Make your own free website on Tripod.com
 
Paixões seresteiras, romances & afins
Página Inicial - Amigos da Seresta

 
Vingança    

     Este é mais um episódio da vida sentimental de Lupicínio Rodrigues.
     O compositor vivia, há alguns anos, com uma jovem chamada Mercedes, apelidada por Carioca, que se encantou com um jovem rapaz, seu empregado e tentou conquistá-lo. O garoto denunciou a traidora a Lupicínio, que a abandonou. Tempos depois, ao tomar conhecimento de que Mercedes se encontrava em desespero, "Chorando e bebendo na mesa de um bar", Lupicínio compôs os famosos versos, no samba-canção Vingança
     Em uma crônica, no jornal Última Hora, em 1963, assim se justificou Lupicínio: "Nunca se está livre de ter, num momento de rancor, algum desejo de vingança".
     No fundo, Lupicínio gostava mesmo de curtir uma dor-de-cotovelo, tema constante de suas composições.


Paixões seresteiras, romances & afins
Página Inicial - Amigos da Seresta
Nedstat Basic - Free web site statistics